Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Coletivo SECONBA lança Revista com temática africana, afro-brasileira e indígena.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Coletivo SECONBA lança Revista com temática africana, afro-brasileira e indígena.

  • Publicado: Quarta, 29 de Novembro de 2017, 12h15
  • Última atualização em Quarta, 29 de Novembro de 2017, 12h15

Caracterizada como um periódico que tem como objetivos a multidisciplinaridade, as análises que priorizam investigações sobre as relações étnico-raciais, as interseccionalidades existentes entre gênero/raça/classe, Estado e poder, foi lançada no dia 24.11.2017, no auditório da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB), a primeira edição da Revista Coletivo SECONBA, que será publicada semestralmente. Os leitores irão encontrar na publicação temas, também, relacionados a ensino e produção de conhecimento científico, entre outros correlacionados, todos orientados pelas perspectivas dos estudos africanos, afro-brasileiros e indígenas, em suas diversas dimensões e metodologias disponíveis. É o primeiro periódico interinstitucional do oeste baiano e está disponível no endereço eletrônico:

https://www.revistas.uneb.br/index.php/seconba/issue/view/225

 O lançamento da Revista integrou as atividades que foram desenvolvidas durante a Semana da Consciência Negra, em Barreiras (SECONBA).  A realização desse evento, consecutivamente ao longo desses 13 anos, é fruto de um processo de luta, resistência e esforços coletivos, além de um grande empenho pessoal do professor Edson Carvalho de Souza Santana e de outras pessoas que se associaram e fizeram da SECONBA uma iniciativa interinstitucional, operacionalizada pela Universidade do Estado da Bahia, campus IX (UNEB), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia, campus Barreiras (IFBA) e pelo Instituto de Ciências Ambientais e Desenvolvimento Sustentável (ICADS) da Universidade Federal da Bahia (UFBA), atualmente Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB).

 “No início do ano de 2017, concorremos e fomos contemplados com a aprovação em dois editais da UNEB, sendo um voltado à divulgação de ações extensionistas e outro à realização de tais ações. Com isto, apresentamos por meio desta Revista, o resultado de esforços coletivos tanto de discentes e docentes, como de todos e todas que acreditaram no projeto SECONBA e nos seus vários desdobramentos”, destacou o coletivo editorial. Os organizadores e as organizadoras da SECONBA decidiram por assumir as atividades como Coletivo SECONBA. 

registrado em:
Fim do conteúdo da página